Protensão agrega sustentabilidade para construções

Método construtivo gera economia de resíduos e agilidade na obra

Grandes vãos, pontes, viadutos, estacionamentos com menos pilares e mais vagas de garagem, dentre diversas outras possibilidades. Tudo isso é possível graças a protensão. Além dessas vantagens, esse método construtivo também contribui significativamente para agregar sustentabilidade à construção civil.

O sistema de concreto protendido é uma técnica que tem como objetivo aumentar a resistência da estrutura às forças exercidas sobre ele. Para isso, são aplicadas tensões internas por meio de um sistema de cabos de aço dentro da estrutura. 

A busca por modelos produtivos sustentáveis é uma das maiores necessidades humanas do mundo moderno. Visto que a construção civil é uma das maiores protagonistas nesse aspecto – por deter uma parcela considerável na geração de resíduos e gases poluentes – utilizar métodos construtivos sustentáveis é uma necessidade iminente em prol do planeta.

O CEO da Evehx Engenharia e presidente da Associação Brasileira de Protensão, Ernani Simas, destaca que o uso de materiais sustentáveis na construção civil é um passo determinante para consolidar um futuro ecologicamente viável. “Podemos destacar a tecnologia de concreto protendido como uma alternativa que proporciona um ciclo construtivo mais sustentável”, afirma.

Redução no uso de materiais

De acordo com o Conselho Internacional de Construção (CIB), a indústria da construção responde pela maior parcela dos recursos naturais que são utilizados pela atividade humana. Estima-se também que esse setor produz a maior quantia de resíduos sólidos que são gerados atualmente.

Buscar alternativas para minimizar esses impactos deve fazer parte dos projetos da cadeia produtiva do setor. O uso de protensão auxilia na redução de recursos usados durante e após as obras.

O uso da estrutura protendida em uma obra de médio porte economiza em média 7m3 de madeira, 120 mil litros de água, 5 mil kilowatts de energia elétrica. Além disso, deixa de emitir cerca de 60 toneladas de gases poluentes – como o gás carbônico – na atmosfera. 

Mais segurança e durabilidade

Especialistas asseguram que o sistema de protensão confere mais segurança e durabilidade às obras. Dois atributos que ampliam o status sustentável da protensão. Uma vez que a redução das manutenções também contribui para economia financeira e redução de resíduos.

Impacto circular

Além desses exemplos pontuais, a tecnologia de protensão gera diversos impactos sustentáveis, em um efeito dominó. Por exemplo, por economizar o uso de materiais, reduz a necessidade de caminhões transportando insumos para as obras, o que diminui os gases emitidos da queima de combustível, assim como os impactos da indústria extratora de minério de ferro.

A tecnologia de protensão requer conhecimentos específicos para que seja aplicada, assim como o domínio de técnicas e equipamentos. Dessa forma, estimula a capacitação profissional e o investimento em inovação, causando impacto direto na renda das pessoas e no potencial tecnológico do país.

Além da economia financeira, produtividade, qualidade e durabilidade, o sistema de protensão permite explorar atributos estéticos totalmente inovadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.