Empresa - EVEHX
  41. 3133-3000    
  evehx@evehx.com
 
     
Empresa

Uma empresa dinâmica e inovadora

Bem-vindo à EVEHX. Somos uma empresa dinâmica e inovadora que há mais de 18 anos oferece soluções avançadas em protensão e escoramento para todos os tipos de obras. Nossa visão estratégica fez com que nos tornássemos pioneiros na aplicação de protensão não aderente na região Sul do Brasil.

Localizada em Araucária, região metropolitana de Curitiba, a EVEHX possui uma sede com mais de 1.500 m², onde abriga o centro de treinamento para protensão e escoramento, o centro de corte, enrolação e classificação de cordoalhas e também o centro de fabricação dos equipamentos de protensão e escoramento.

Apresentamos forte atuação no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, além de parcerias nos principais estados brasileiros. Priorizando a qualidade aliada a tecnologia, firmamos alianças estratégicas com empresas como a Embraco e Arcellor Mittal.

Contamos com um dos sistemas de protensão mais modernos do Brasil e comprovamos na prática a superioridade desta tecnologia em relação às estruturas tradicionais de concreto armado.

A EVEHX também se destaca na locação de sistemas de escoramento para qualquer tipo de laje (maciça, nervurada, plana, concreto armado ou protendido).

Todas as nossas atividades e processos são realizados com base nos princípios da sustentabilidade. Somos comprometidos em oferecer produtos ecologicamente corretos, com a mínima utilização de madeira.

Como tudo começou

A história do sistema de protensão teve início em 1924, quando o francês Eugene Freyssinet empregou a protensão em galpões com grandes vãos. Somente em 1950, o conceito de concreto protendido ganhou força, principalmente após o estabelecimento da FIP (Federation Internacionale de la Precontrainte). Também neste ano, Finster Walder construiu a primeira ponte em balanços sucessivos.

No Brasil, a primeira obra produzida com concreto protendido foi a ponte do Galeão em 1948, na cidade do Rio de Janeiro, com insumos importados da França. Quatro anos depois, a Siderúrgica Belgo-Mineira, hoje Arcelor Mittal, iniciou no país a fabricação de aço para protensão.

Em 1997, teve início no Brasil a produção de cordoalhas engraxadas e plastificadas. Esta tecnologia foi um grande passo para o mercado da construção civil, particularmente para projetistas estruturais e construtores. Na época, a protensão não aderente com cordoalhas engraxadas era amplamente utilizada nos Estados Unidos e Canadá, uma vez que apresentava várias vantagens em relação aos sistemas convencionais, principalmente em edifícios residenciais e comerciais.

Uma empresa que sempre esteve na vanguarda tecnológica

Apostando no novo sistema, o de protensão não aderente, a EVEHX enviou seus engenheiros aos Estados Unidos para se especializarem neste processo. No PTI (Post Tensioning Institute), tivemos um importante aprendizado sobre a tecnologia de protensão e também firmamos uma parceria com a ADAPT – Structural Engineering Consultants, em São Francisco, Califórnia, uma das maiores empresas do mundo em desenvolvimento de programas e cálculo para protensão não aderente. Dessa forma, nos tornamos uma empresa pioneira na utilização desta técnica no Sul do Brasil e hoje nossos produtos estão presentes em obras espalhadas por todo o país.

Sem dúvidas, o sistema de construção em Protensão não aderente é bastante simples e não requer um elevado número de vigas. Há uma boa reutilização de formas, facilidade e velocidade na execução.

Na Tecnicalc, nós fizemos mais de 1.2 milhões m² de lajes protendidas em sistemas aderentes e não aderentes. Com certeza, a protensão facilita muito a execução dos projetos. Além disso, o custo do sistema de protensão , principalmente para extensões entre 6 e 8 m, é mais econômico que a solução em concreto reforçado.

 

 

Eng. Moacir H. Inoue
Tecnicalc Consultoria e Projetos Estruturais

Tomando como exemplo um edifício no qual a modulação dos pilares tem 8.00 x 8.00 m de espaçamento, é possível adotar um sistema estrutural de concreto em protensão não aderente com uma espessura maciça da laje em torno de 20 cm, para o mesmo edifício, o sistema adotado foi de estrutura convencional de concreto reforçado, a altura do feixe seria de aproximadamente 60cm. A solução com laje protendida solida resulta, nesse exemplo, em uma redução de 40cm de distancia de piso para piso. Se o edifício tiver 22 lajes de estrutura convencional de acordo com o limite de altura máximo, com a redução da altura estrutural providenciada pela solução de laje protendida, poderiam ser construídos mais 3 pisos, que iriam gerar ganhos importantes para a empresa. A equipe técnica da Procalc executa projetos de lajes em concreto com protensão aderente dês de 1974 e não aderente dês de 2000. Atualmente, nosso projetos são realizados em grande parte pela EVEHX, que fornece trabalho especializado e experiente.

Eng. Rogério Carvalho
Procalc Estruturas

A protensão tem sido cada vez mais usada na construção de pisos industriais, porque apresente inúmeras vantagens em comparação com pisos de concreto reforçado convencional. O processo de montagem da armadura torna-se bastante simples e rápido, além de gerar economias na execução e baixo custo de manutenção.

Outra vantagem em usar pisos com protensão é a execução de grandes painéis concretos sem o uso de junções tradicionais de construção ou expansão. Estas junções, usadas em uma base diária, geram danos tanto na terra, quanto no equipamento de carga da operação (forklifts).

Como designers, nós precisamos de companhias sérias que performem toda a determinação que colocamos em nossos projetos. Este é o caso da EVEHX, um parceiro hábil e confiável que atende todos os requisitos técnicos.

Eng. Sergio Doniak
Fhecor do Brasil Engenharia

A Impacto Sul desenvolveu um painel plástico (Plasterit) para uso em lajes planas, que conseguem substituir a tradicional madeira na maioria dos usos. O sistema possui um processo de escoramento fácil de usar, perfeitamente integrado com os painéis plásticos, o que resulta em uma boa produtividade. Também possui os tradicionais “Baldes” de polipropileno para uso em lajes com nervuras, protendidas ou não. Além de escorar para todos os tipos de laje que são grandes parceiros de processos de protensão, uma das especialidades da empresa.

 

Eng. Msc. Nilton Nazar
Hold Engenharia

Nossa missão é contribuir com o desenvolvimento e a aplicação das atuais tecnologias mundiais de estruturas de concreto protendido na construção civil.

Na EVEHX temos como padrão os seguintes itens:
• Seguir o projeto com precisão durante a obra. As interferências e dúvidas são comunicadas e discutidas com o engenheiro calculista por meio de nossos encarregado e conferentes.
• Nossas ancoragens e cunhas são rigorosamente testadas, dando total segurança ao serviço prestado;
• Possuímos um centro de usinagem para fabricação e manutenção de nossos equipamentos, que são cautelosamente testados;
• Qualquer problema com o sistema é tratado com muita atenção e responsabilidade, para que a segurança prevista pelo engenheiro calculista seja sempre atingida.

  • Acompanhar, aprimorar e pôr em prática o que há de mais atual na tecnologia da construção civil, principalmente no uso do concreto protendido.
  • Orientar e oferecer a seus clientes as melhores soluções em tecnologia e custo/benefício.
  • Aumentar o número de calculistas habilitados a projetar em concreto protendido, especialmente no sistema não aderente.
  • Tornar-se referência de mercado.
  • Excelência na qualidade de seus serviços através do treinamento e valorização do seu corpo técnico.
  • Tornar o processo conhecido por toda a comunidade ligada à construção civil: arquitetos, engenheiros, professores, construtores, estudantes da área e empreiteiros, desmistificando o concreto protendido como um processo caro, complexo e pouco acessível.
Vibe Studio