Corrosão do concreto armado: entenda porque ocorre e como evitar! - EVEHX
  41. 3133-3000    
  evehx@evehx.com
 
     
Corrosão do concreto armado: entenda porque ocorre e como evitar!

A corrosão em estruturas de concreto armado costuma assustar as pessoas, pois depõem contra a qualidade da obra. Contudo, por que será que esse tipo de situação ocorre? Será que existe alguma forma de evitar esse problema?

Para ajudá-lo a responder essas perguntas, decidimos publicar este artigo, analisando algumas características do concreto armado — além de trazer dicas para evitar que a sua estrutura de concreto sofra com os efeitos da corrosão. Vamos lá?

Por que ocorre a corrosão?


A corrosão é um processo natural, causado pela exposição do elemento metálico à umidade e gases que fazem parte do ambiente. Essa exposição da estrutura metálica acontece quando o concreto em torno do aço apresenta falhas executivas. 

Em regiões de praia, isso é mais comum por causa da ação de cloretos.

Como evitar a corrosão do concreto armado?


A forma mais fácil é evitar falhas na concretagem e respeitar o recobrimento das normas.

Além disso, é muito importante considerar as questões ambientais do projeto. Como já mencionado, regiões litorâneas tendem a sofrer mais com a corrosão, embora ela possa ocorrer em qualquer lugar.

É possível ainda recorrer aos materiais de proteção de superfície, impermeabilizando e protegendo a superfície e evitando que os agentes externos acessem a estrutura com mais facilidade.

Alguns desses materiais são as tintas e vernizes. Eles criam uma película que protege a área externa da estrutura. Há também os bloqueadores. Esses produtos são absorvidos e criam uma reação química que altera a penetração de umidade.

Em alguns casos, é possível usar técnicas de concreto protendido, mais resistente e com maior durabilidade do que o concreto armado.

Quais os sinais de corrosão no concreto armado?


As fissuras e as trincas são sinais mais comuns de que a estrutura de concreto armado está sofrendo com a corrosão. Manchas na superfície também podem ocorrer.

Verificando esses sinais, é preciso criar um plano de ação para corrigir as falhas, pois elas podem representar um risco estrutural. Essa restauração pode ocorrer de diversas formas, dependendo do tipo da estrutura. 

Algumas estruturas de concreto apresentam sinais de deterioração com o passar dos anos. No entanto, quando isso ocorrer, é preciso iniciar um plano de restauração rapidamente, evitando que a corrosão do concreto armado. 

Por isso, muitos profissionais optam por usar o concreto protendido, já que ele tem uma resistência maior em relação às intempéries, forças externas e internas. Antes de iniciar a sua obra, verifique a possibilidade de usar esse tipo de concreto, garantindo mais qualidade para o seu cliente.