Concreto Protendido: entenda porque essa técnica é uma evolução na construção - EVEHX
  41. 3133-3000    
  evehx@evehx.com
 
     
Concreto Protendido: entenda porque essa técnica é uma evolução na construção

Quem atua no setor de construção civil sabe de todos os cálculos e estudos que são feitos para garantir que uma obra tenha estabilidade e segurança, não é mesmo? Esses estudos são baseados em sistemas estruturais tais como Concreto Armado e Concreto Protendido.

Você com certeza conhece os detalhes sobre o Concreto Armado, pois essa técnica é muito popular no Brasil, destacando-se a partir do século XX. 

Se pararmos para pensar, é fascinante que estudos relacionados à Física, Matemática e Arquitetura, tenham contribuído para a criação de uma técnica capaz de construir um material tão resistente quanto as rochas. 

Pensando nisso, decidimos publicar este artigo, contando um pouco das características e história do Concreto Protendido — um notável avanço no setor de construção civil.

Concreto Protendido: quais as diferenças para o Concreto Armado?

O Concreto Protendido é semelhante ao Armado, pois ele também é feito usando concreto e aço. A diferença entre os dois tipos de concreto está no uso de cordoalhas de aço para aumentar a resistência desse material. 

No Concreto Armado, utiliza-se as barras de aço, com o objetivo de aumentar a resistência à tração.  

Sem as barras de aço, o concreto resistiria muito pouco a tração e isso dificultaria muito o seu uso para lajes em edificações.

No Concreto Armado, a barra de aço tem uma atuação passiva, isso significa que ela não exerce força sobre o concreto, trabalhando apenas quando se deforma, seja por cargas permanentes ou acidentais.

Já no Concreto Protendido, existem as cordoalhas de aço que são ativas, elas exercem uma força permanente dentro do concreto, as cordoalhas são tensionadas e alongadas através de macacos hidráulicos e transferem esses esforços para o concreto através de ancoragens e das tensões geradas pelo traçado da própria cordoalha.

Isso faz com que haja uma redução da tração no concreto, o que limita muito a fissuração e a deformação dessa estrutura.

O Concreto Protendido é uma evolução do Concreto Armado?

Podemos concluir que sim, pois apesar do Concreto Armado apresentar certa resistência à tração, as fissuras e a deformação sempre foram um desafio para os pesquisadores da engenharia. 

O Concreto Protendido praticamente resolve esses problemas, trazendo mais resistência e durabilidade às construções. 

Quando o Concreto Protendido foi usado no Brasil?

Em nosso país, a primeira grande obra que fez uso do Concreto Protendido foi a ponte do Galeão, inaugurada em 1949, no Rio de Janeiro, essa ponte dá acesso ao aeroporto internacional do Rio de Janeiro e marcou o início do uso desse concreto não só no Brasil, como em toda América Latina. 

A partir daí, o uso do concreto protendido vem crescendo muito, uma vez que o concreto protendido tem se mostrado mais viável que o concreto armado.